Archive for the 'mulheres na política' Category

Anastasia criará uma Zona de Desenvolvimento Regional no Vetor Norte de BH

Anastasia, Aécio e Itamar foram a quatro municípios da Região Metropolitana de BH, como Santa Luzia. Foto Leandro Couri

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, destacou, nesta segunda-feira, dia 13, que o Vetor Norte da Região Metropolitana de Belo Horizonte será incluído na proposta do Plano de Governo para os próximos quatro anos, que preveem a criação de zonas de desenvolvimento regional. O objetivo é incentivar a instalação de empresas que atuem nos segmentos das vocações econômicas específicas da região. Para estas empresas serão criados programas de incentivos fiscais e oferta de linhas de crédito do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), para gerar empregos de qualidade.

A região já conta com duas âncoras para este desenvolvimento, a Cidade Administrativa do Governo do Estado e o Aeroporto Internacional de Confins. Nesta área, o grande objetivo é consolidar também o desenvolvimento do polo aeronáutico. “Sabemos o que foi já feito nessa Região Metropolitana, em termos de investimentos, da valorização com forte geração de empregos. Vamos atrair para cá mais empresas e vamos criar aqui uma zona de desenvolvimento regional, para termos empregos de qualidade com incentivos tributários e de crédito”, afirmou Antonio Anastasia.

Ao lado dos candidatos ao Senado Federal, Aécio Neves e Itamar Franco, e do candidato a vice, deputado Alberto Pinto Coelho, Antonio Anastasia percorreu nesta segunda-feira quatro municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH): Santa Luzia, Lagoa Santa, Vespasiano e Pedro Leopoldo. Entre 2003 e 2010, a RMBH recebeu um total de R$ 38 bilhões em investimentos públicos e privados, que geraram mais de 88 mil empregos em 669 projetos.

Antonio Anastasia destacou também que a transferência da sede administrativa do Governo do Estado para o Vetor Norte integrou a região ao processo de desenvolvimento da RMBH. A Cidade Administrativa foi inaugurada em março. Até o final de 2010, 16 mil servidores estarão trabalhando no complexo de prédios localizado no bairro Serra Verde.

“O Governo de Minas mudou a sede administrativa do governo para perto de Vespasiano. Quando trouxemos a Cidade Administrativa para cá o propósito foi trazer o desenvolvimento para eixo Norte da Região Metropolitana. Hoje, Vespasiano, Santa Luzia, Confins, Lagoa Santa, Pedro Leopoldo, Matozinhos, todas elas, estão agregadas em um grande desenvolvimento”, afirmou o governador, em Vespasiano.
 
Polo Aeronáutico
Em Lagoa Santa, o governador Antonio Anastasia também anunciou que quer transformar a cidade no centro de um grande Polo Aeronáutico, em parceria com o Ministério da Defesa. O objetivo é estimular a qualificação de mão-de-obra para atuar na área da aviação. O estímulo à instalação de empresas no entorno do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, também será fundamental para transformá-lo no primeiro aeroporto indústria do País.

O objetivo é atrair a instalação de empresas, com a oferta de um tratamento tributário diferenciado, com suspensão de impostos federais e estaduais, tanto para a importação de componentes como para a exportação de produtos acabados de alto valor agregado. A diferenciação tornará as empresas mineiras mais competitivas no mercado internacional. O aeroporto indústria foi credenciado pela Receita Federal em 2005.
 
“Lagoa Santa é uma cidade fundamental no nosso projeto de desenvolvimento do Vetor Norte da Região Metropolitana. Estamos empenhados em ter um polo aeronáutico em combinação com o Ministério da Defesa. Essa questão do aeroporto indústria vai favorecer toda a Região Metropolitana, no Vetor Norte, e Lagoa Santa em especial. Temos parcerias importantes com a prefeitura, de infraestrutura, mas também de atração de empregos. As faculdades que estão vindo para cá permitirão que Lagoa Santa se transforme em uma das cidades com maiores IDH de nosso Estado”, disse Antonio Anastasia.

O polo aeronáutico trabalhará em conjunto, também, com a Força Aérea Brasileira, que está implantando as novas instalações do Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR) em Lagoa Santa, que atualmente opera na Pampulha. O novo CIAAR será instalado em área 500 mil metros quadrados, de propriedade da Força Aérea Brasileira (FAB), junto ao Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa.

O polo contará também com a participação efetiva de entidades de ensino técnico e superior, entre eles a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que a partir de 2009 vai oferecer o curso de engenharia aeroespacial; a Fumec, que tem o curso de graduação em ciências aeronáutica; e a Universidade de Uberaba (Uniube), também com o curso de graduação em ciências aeronáutica.  Da mesma forma, as escolas técnicas profissionalizantes ligadas ao Sistema Fiemg, terão papel relevante no esforço de treinamento de novos tecnólogos.

“A proposta é termos aqui cursos de qualificação para permitirmos que, cada vez mais, dentro do programa Minas Logística, o Aeroporto Internacional Tancredo Neves seja uma referência internacional em termos de estrutura. E aí vamos ter aqui a possibilidade de ter oficinas de manutenção, como também sede de companhias”, disse o governador.

Nos últimos oito anos, o Governo do Estado procurou investir na consolidação do Aeroporto Internacional Tancredo Neves que, a partir de 2005, passou a concentrar mais de 130 voos nacionais, que até então eram operados no Aeroporto da Pampulha. Após a transferência, este passou a ser o aeroporto que mais cresce no País em termos de movimentação de passageiros.

O Governo do Estado já elaborou o Plano Estratégico que prevê uma série de investimentos destinados a sustentar o aumento do fluxo de passageiros previsto com a proximidade da Copa do Mundo de 2014. Grandes empresas de aviação já anunciaram investimentos para a ampliação da estrutura no Aeroporto Internacional de Confins, como a Gol Linhas Aéreas, que inaugurou em março deste ano a duplicação do Centro de Manutenção no Terminal de Cargas do Aeroporto, que passou a ter capacidade para o atendimento a 120 aeronaves por ano.
           
População entusiasmada
Antonio Anastasia foi recebido com muito entusiasmo pela população e por lideranças políticas de Santa Luzia, Lagoa Santa, Vespasiano e Pedro Leopoldo. Em Santa Luzia, 150 pessoas receberam os candidatos no campo do Grêmio no bairro Cristina. De lá, seguiram em carreta para o bairro São Benedito, onde fizeram caminhada com eleitores na avenida Brasília. No bairro São João Batista, cerca de 400 pessoas fizeram caminhada ao lado dos candidatos na rua do Comércio.

O vice-prefeito de Santa Luzia, Aguinaldo Campos da Costa (PSDB), destacou que o Governo Aécio/Anastasia deu atenção especial a Região Metropolitana de Belo Horizonte.

“É importante a reeleição do governador Antonio Anastasia, devido ao tratamento que ele tem dado ao Estado e à Região Metropolitana. Nossa cidade contou com vários benefícios com o Pro-Hosp, cujo investimento no Hospital São João de Deus foi mais de R$ 3 milhões”, afirmou.

Em Santa Luzia, Antonio Anastasia tem o apoio de 10 dos 13 vereadores da cidade. O vereador Sérgio Diniz Ticaca (PTN) afirmou que a reeleição do governador é importante para dar continuidade ao governo iniciado por Aécio Neves.

“É muito importante para a cidade de Santa Luzia que aja a continuidade do governo Aécio Neves, que fez ótimo trabalho em Minas. Isso tem que continuar com o professor Antonio Anastasia. Várias obras beneficiaram nossa cidade, como o alargamento da Avenida das Indústrias”.

O taxista Romário Teodoro disse que fez uma opção consciente pelo voto em Anastasia. “Para continuar tudo que ele já fez de bom, junto com o Aécio. As obras, as ruas asfaltadas, a linha verde. Estou na praça há 20 anos, e eles foram os melhores.”

O eletricista Luiz Cláudio Alebral deu depoimento: “O Anastasia tem as palavras seguras. É um homem sério. Fez um bom trabalho com o Aécio. Tem que continuar no governo”.

Em Lagoa Santa, Anastasia, Aécio e Itamar, ao lado do candidato a vice-governador Alberto Pinto Coelho e do ex-ministro e ex-embaixador de Cuba, Tilden Santiago, segundo suplente de Aécio Neves na chapa ao Senado Federal, fizeram caminhada pelas ruas do Centro da cidade e foram recebidos com chuva de papel.

O prefeito de Lagoa Santa, Rogério Avelar (PPS), afirmou que Anastasia é o candidato mais preparado para governar Minas Gerais. Ele destacou os investimentos realizados no aeroporto Tancredo Neves, a Linha Verde, a Cidade Administrativa e o polo de microeletrônica.

Anastasia é o nome mais preparado para conduzir os rumos de Minas. Aécio e Anastasia significam uma mudança do rumo da administração pública, referência hoje em todo o país e até internacional. Temos que continuar com o que está dando certo. O eleitor, não só de Lagoa Santa, mas de toda a região norte de Belo Horizonte, está sensibilizado com a dinâmica do que representou Aécio e Anastasia e, com certeza, vai responder nas urnas, por todas as benfeitorias e melhorias da região”, disse.

Em Vespasiano, Anastasia, Aécio e Itamar foram recebidos com festa. Eles desceram de helicóptero no campo do Vespasiano Esporte Clube e de lá seguiram em carreata até o Centro da cidade. Os candidatos passaram pela avenida  Prefeito Sebastião  Fernandes e desembarcaram logo em seguida na Praça JK. Itamar e Anastasia deram início a uma caminhada na praça, um centro comercial da cidade. Pararam para muitas fotos, cumprimentaram vários eleitores e comerciantes  e saborearam picolé de limão pelo caminho.

“Vou votar em Anastasia pela competência . Ele tem a experiência de ter trabalhado com o melhor governador, que é o Aécio. Ele foi o braço direito.  Não vou deixar de votar na experiência para votar numa interrogação”, afirmou o proprietário da lanchonete Roger Lanches, Marcos Rogério.

Em Pedro Leopoldo, o governador Antonio Anastasia, ao lado de Itamar Franco, fez caminhada pela rua Comendador Antonio Alves e tomaram café na Padaria Jaques. Os candidatos estavam acompanhados do prefeito, Marcelo Gonçalves (PDT). Ele afirmou que Minas precisa de Anastasia para dar continuidade ao projeto iniciado com Aécio Neves.

Anastasia é o melhor para Minas Gerais. Ele tem de continuar porque Minas não pode parar. Anastasia fez importantes obras em todas as áreas principalmente na saúde que ajudou muito o nosso município”, afirmou Marcelo Gonçalves.

Fonte: PSDB/MG

Anúncios

“De Cidadã para Cidadã”

 De cidadã para cidadã,
De militante para militante,
De mulher para mulher,

Muitos me conhecem da minha militância partidária na área das mulheres. No meu partido político procuro construir uma ponte amistosa com os movimentos sociais, de mulheres, de feministas. Creio que estamos nos saindo bem quando tentamos mostrar que somente por meio de um partido político podemos nos eleger e ocupar espaços nos parlamentos.

 Elegi, há dez anos, “mulher na política” como o foco central das minhas atenções, ocupando um espaço necessário no meu partido frente aos reclamos da sociedade e acreditando que o mundo político pode melhorar, que a prática política estava esgotada com a maxirrepresentação dos homens nos parlamentos. Ao mesmo tempo, as políticas dos movimentos de mulheres e feministas davam uma guinada para essa temática por ser uma bandeira planetária.Mais mulheres no poder”, “lugar de mulher é na política”, são bordões que passaram a ocupar os meus estudos e meu engajamento, por acreditar serem muito mais do que palavras de ordem, por acreditar que estava passando da hora de termos assegurado nossos lugares nos espaços de decisão institucionais e não institucionais.

 Acredito ainda fortemente que nossa luta é inequívoca, pois dela também depende o fortalecimento da nossa democracia. Trata-se de uma luta por igualdade de direitos, luta pelo combate à cultura patriarcal da qual somos as maiores vítimas e dela depende a libertação e a emancipação das mulheres para banirmos de nossas estatísticas os números assustadores de mortalidade materna e violência doméstica. Da emancipação da mulher depende, em igual medida, entendermos a masculinidade de nossos filhos e de novas gerações, que é possível que seja respeitosa, para nos transformarmos num mundo justo e equitativo.

 Estou indignada, muito indignada! Por isso este meu “grito”. Por isso as palavras não cabem mais na minha boca, estou abafada e também desolada. Por razões de trabalho, só na segunda semana das exibições dos programas eleitorais na TV aberta pude assistir a alguns deles e constatar o que esta campanha do lulopetismo está fazendo com o povo brasileiro. Em meio a essa constatação, pude ler comentário da jornalista Dora Kramer (A menor graça, 24 de agosto, Estadão) cujo título nos remete a um “Antigamente” muito recente. Ela diz que “logo depois de eleito, em outubro de 2002, Lula fez um pronunciamento público em que, entre outros reconhecimentos, dizia-se grato ao então presidente Fernando Henrique Cardoso por sua ‘imparcialidade’ durante o processo eleitoral”. A articulista completa que: “segundo Lula, a conduta de FH e a Justiça Eleitoral ‘contribuíram para que os resultados das eleições representassem a verdadeira vontade do povo brasileiro’”.

No dia seguinte (25 de agosto de 2010), o senador Roberto Freire, em artigo na Folha de S. Paulo, intitulado Não ao “dedazo” de Lula,  afirma que “há dois anos o presidente da República abusa de todos os meios à sua disposição e de todas as pessoas sob sua influência para fazer o seu sucessor. Lula não escolheu nenhum líder petista calejado nas lutas políticas, como os petistas José Dirceu ou Antônio Palocci, que foram expelidos de seu governo por motivos éticos. Muito menos um aliado, como o ex-ministro da Integração Nacional Ciro Gomes, cuja legenda lhe foi negada pelo PSB a pedido do próprio presidente da República. Optou por uma auxiliar direta, sem projeto político próprio ou experiência eleitoral, mas capaz de cumprir à risca suas determinações: a ex-ministra da Casa Civil Dilma Rousseff”.

 Claro que Dilma, como qualquer outro candidato indicado pelo presidente, dispararia no horário eleitoral como decorrência natural do abuso de imagem do mandatário maior do país que tem quase 80% de aprovação popular. Mas trata-se de um acinte à nossa democracia. Por conta do cinismo e da ilegalidade de ações do chefe da nação, o país assiste estarrecido a um permanente e contínuo atropelo das leis. E logo por parte de quem deveria, pelo cargo que exerce, ser o principal defensor e não o maior transgressor das normas de conduta da democracia e da República, atitude que de tão repetitiva poderá roubar o direito de escolha dos brasileiros.

Desnecessário citar todas as implicações encarnadas por esse projeto de poder alavancado pelo aparelhamento de Estado, comandado por uma personalidade com elevadíssimos índices de aprovação, como ora ocorre. Além da partidarização da máquina governamental, do controle e da estatalização dos principais movimentos sociais, o dominante são práticas assistencialistas, práticas cada vez mais capilarizadas de desmandos éticos e ainda práticas clientelistas ao velho estilo político que tanto queremos combater para poder de fato promover a transformação de nosso povo e dos povos de todas as nações.

Está doendo demais conviver com essa velha política de benefícios pessoais ou de grupelhos ladrões do dinheiro público e da dignidade humana.

E que mulher é essa que hoje vemos disputando o poder do maior cargo da República?

Que satisfação daremos às nossas companheiras de 1º hora?, nossas filhas? e netas? Que satisfação daremos às mulheres da comunidade as quais dirigimos nossos trabalhos? O que falar às companheiras que conquistamos visitando o país todo chamando para se juntar a nós como agentes da política? Como explicar-lhes, sem escandalizar, que Dilma – embora uma burocrata competente em sua área, não possui projeto político próprio nem experiência eleitoral – mudou a cara, o cabelo, o guarda-roupa, a personalidade para ser a candidata do presidente da República que a escolheu, no seu (do presidente) projeto de poder pessoal, confundindo-a com um animal dócil e facilmente manipulável? Como pregar a emancipação para a mulher – no seu sentido mais amplo – chegar ao poder?

Eu estava me dizendo constantemente: está certo ela ser treinada para fazer discursos para as massas, ser treinada para participar de debates e programas de TV. É difícil essa prática da oratória. Mas, ouvindo tanta besteira da boca de seu criador, não posso deixar de me incomodar com a aceitação dessa candidata a tanta truculência e desrespeito à dignidade de uma mulher. É um reforço ao patriarcado do qual somos vítimas.

 Não dá para aplaudir, não dá para votar, não dá para nos orgulhar e mais tarde dizer: “Vencemos! Uma mulher no mais alto cargo da República nos representa!”

Nossa fala será nostálgica: “Tanto trabalho por que mesmo?”

Os fins não justificam os meios. Este preço é muito alto, altíssimo!!!

(Tereza Vitale)

Fonte: http://www.psdb.org.br


Blog do PSDB Mulher

Galeria de Fotos

Filiadas devem se recadastrar pela internet

RSS Núcleo Multimídia – Reportagens e vídeos interessantes sobre ações do Governo Aécio Neves

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

RSS Aécio no Facebook – Participe da comunidade de um dos administradores públicos mais bem preparados do Brasil.

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Fotos da Agência Minas

@psdbMG

@governoMG